G.O.R. retoma as atividades e lança dois singles

G.O.R.Os baianos da G.O.R. (Game Over Riverside) estão de volta e marcam seu retorno com o lançamento dos singles Sadness Online e Deep Waters.  

O rock baiano está sempre esfregando em nossas caras sua força e mostrando se compor de uma diversidade de estilos e sonoridades. Entretanto, percebe-se latente nas rodas de discussão a ideia de nada estar acontecendo no cenário rocker da Bahia.

Pura desinformação. No segundo semestre de 2015 o rock baiano ficou ainda mais forte com a subida aos palcos de Salvador da G.O.R. (Game Over Riverside). A banda nasceu em 2002 e se manteve em atividade até 2008. Desde os primórdios a banda se preocupou em construir sua identidade sonora, levando seus integrantes a compor suas próprias músicas, ao invés de serem uma banda de covers. 

2015 terminou e fevereiro de 2016 teve carnaval como acontece todo ano, mas trouxe novidades para o rock. Sadness Online Deep Waters foram lançadas e apontam para a possibilidade de um álbum da banda vir ainda este semestre. As duas músicas foram compostas durante a primeira fase da G.O.R., mas ainda não haviam sido lançadas. 

Os membros da G.O.R. bebem de fontes abstratas, principalmente da psicodelia dos anos 60 e 70, bem como do indie dos 80 e 90. Além das condensações sonoras e experimentações próprias desses gêneros, sustentam sua linguagem musical na simplicidade furiosa do punk. Essa combinação resulta numa sonoridade intensa, que estimula o sistema nervoso, colocando o ouvinte a movimentar seja o corpo todo ou apenas uma parte dele.

Essas características estão bem evidentes em ambos os singles. Antes de mais nada, vale dizer que a produção, gravação e mixagem de ambos os singles são excelentes. Em Deep Waters a influência punk se sobressai e determina a natureza da música. Contudo há momentos de quebra dessa pegada mais agressiva, que nos joga em um ambiente antigravitacional. A sensação de velocidade de repente dá lugar à sensação de viagem ácida. 

A velocidade aumenta ao longo da execução da música. O início é uma espécie de aquecimento dos motores. Primeiro vem a paletada nas cordas produzindo um som aberto, distorcido, despertando a banda de seu sono. Começa a seqüência de notas, ainda envenenadas pela distorção, tocadas uma a uma preparando o terreno para que os demais instrumentos entrem e deem início à marcha. 

Entra a segunda guitarra explorando as notas ao longo do braço, produzindo notas com efeitos mais limpos. Ao fundo, baixo e bateria pulsam, imprimindo o andamento da música. A condução da música segue a linha punk britânico até cair numa espécie de interlúdio, momento em que suspende-se a “gravidade”. Uma atmosfera amena se estabelece, ruídos vagam soltos pelo ar, estendemos as mãos para pegá-los e tão repentinamente como começou, esse momento se esvai e a dinâmica anterior é retomada. 

O lançamento de Sadness Online rolou logo após ao de Deep Waters, apenas alguns dias entre um lançamento e outro. Sadness aborda a dicotomia na qual nos vemos inseridos. Vivemos vidas paralelas, uma real e outra virtual. Lançados nesse duplo-existir nos vemos lidando com situações muitas vezes bizarras, levando-nos a misturar real e virtual. Embora a letra tenha sido escrita no início da banda, mantem-se bem atualizada. Evidencia a sensibilidade da banda em fazer a leitura de seu tempo, posicionando-se frente às transformações que afetam nossa percepção de mundo. 

A linha melódica vocal dessa música remete aos bons tempos de Bowie, enquanto o instrumental une bem riffs sujos e dedilhados limpos e cristalinos feitos pela dupla de guitarras. Os efeitos usados para “temperar” instrumentos e voz são calibrados na medida exata, proporcionando a fluidez da música. É preciso estar atento aos detalhes. No transcorrer de Sadness surgem diferentes licks de guitarra fazendo a música ganhar diferentes contornos sonoros, conferindo heterogeneidade ao som. 

Ambos os singles aguçam a curiosidade para ouvir o álbum que vem por aí. Fiquemos atentos aos canais da banda para acompanhar as novidades! Para ouvir Sadness Online Deep Waters basta acessar o perfil da G.O.R. no Bandcamp, o link está logo abaixo.  

G.O.R nas redes sociais:

Facebook, Youtube, Bandcamp

Ficha Técnica:

Deep Waters
Released February 15, 2016
Gravado em: Virgo Studio
Masterização: André Virgo, S.Moraes e L. Cima
Mixagem: André Virgo, L.Cima
Produzido por: André Virgo
Direção: Game Over Riverside
Banda: L.Cima (Bateria), A. Psica (Baixo), L. Miranda (guitarra solo), John-John (Guitarra base e efeitos), S.Moraes (Vocal e guitarra base).
Fotografia: Fernando Fernandes
Tipografia e arte: Ricardo Cidade
Capa em Deep Waters: Rodrigo Sputter

Sadness Online

Released February 29, 2016
Gravado em: Virgo Studio
Masterização: André Virgo, S.Moraes e L. Cima
Mixagem: André Virgo, L.Cima
Produzido por: André Virgo
Direção: Game Over Riverside
Banda: L.Cima (Bateria), A. Psica (Baixo), L. Miranda (guitarra solo), John-John (Guitarra base e efeitos), S.Moraes (Vocal e guitarra base).
Fotografia: Fernando Fernandes
Tipografia e arte: Ricardo Cidade
Capa em Sadness Online: Rodrigo Sputter

Sobre o Autor

Carlim

Jornalista musical instantâneo, saxofonista entre quatro paredes, híbrido de mineiro e baiano, ex-ateu, devoto ardoroso de São Victor do Horto e fanático religioso da Igreja Universal do Reino do Galo,

Notícias relacionadas

Comentar